Quem Somos

Somos uma organização não governamental que iniciou seus trabalhos em 2017 por meio de um coletivo de profissionais mobilizados pela necessidade da implantação de serviços e projetos voltados ao atendimento psicossocial a pessoas LGBT60+. Considerando o preconceito, intolerância e a invisibilidade sofrida por esse público, buscamos desenvolver um trabalho integrado na rede socioassistencial do município de São Paulo, de modo a favorecer sua inclusão social e protagonismo, proporcionando uma velhice digna e ativa.

Missão

A missão do EternamenteSOU é lutar em prol de um envelhecimento ativo, digno e acolhedor para as minorias LGBT 60+, valorização dos direitos e memórias adquiridas com o passar dos anos.

Visão

Nossa visão é ser um centro de convivência referencial para Idosos LGBT, um lugar de acolhimento e atividades.

Valores

- Respeito
- Trabalho em Equipe
- Cuidado

Seja voluntário você também!

envie um e-mail para: mkt.esou@gmail.com
e faça parte do nosso time

Depoimentos

Através de nossas ações, buscamos superar as barreiras da solidão, para que desta forma possamos levar um sorriso e uma vida melhor para cada um dos LGBT60+ que está conosco.

Lucas Rubéns

Participante

"Estou imensamente feliz pelo trabalho da ONG "EternamenteSOU " em apoio aos LGBT’s na maturidade após 60 anos. No Brasil, idosos sofrem sem apoio mesmo tendo família, imaginem nós que somos excluídos da sociedade. Pois a maioria dos gays vivem sozinhos. Desejo que a ONG possa e traga no futuro alivio a nós."

Willma

Participante

Alguns dias atrás fui convidada para participar de um grupo cujo o nome é EternamenteSou, qual foi a minha felicidade ao chegar e ver qual a proposta do pessoal que coordena, as reuniões e todas as atividades voltadas para o pessoal LGBT 60+ gostei muito porque estamos esquecidos, nosso país está envelhecendo, e não temos nada voltado para esse grupo de idosos que ficam dentro dos seus apartamentos com depressão sozinhos e alguns até doentes sem ter com quem conversar ou até sair por falta do que fazer.

Luiz Carrera

Facebook

Ser o que somos num mundo homofóbico e ainda num país onde se matam muitos por conta do preconceito, sobreviver a tudo isto já é uma vitória e principalmente na idade que chegamos, mas ainda assim, o mundo virtual, o descaso e a falta de atividades para os mais velhos do GLBT nos deixam, muitas vezes, sem esperanças, solitários, fechados em nosso mundo. Parabenizo este projeto por esta atitude e este olhar. A integração, a esperança, o amor mútuo, com certeza, pode fazer uma grande diferença para todos nós. Bj. a todos.

Contato

Teremos o maior prazer em ouvir você

Contate-nos